Voltar para o topo

Pensamento do dia:

As revoluções se produzem nos becos sem saída.

Bertold Brecht

Sublimação

Arquivado em poesias | 1.240 visitas | Tags: ,

A pressa é a cortina que nos tapa a visão do amanhã

E o silêncio, a ferramenta que penetra a carne

para remover o ferrão da ignorância…

Que remédio amargo,

que efeito duradouro!

E nas etapas mais duras

descobrimos forças que estavam escondidas

Aguardando o momento da sobrecarga,

para dar a última gota…

E é na escassez de recursos que encontramos a coragem,

que sublima a incerteza e o medo,

que nos faz persistir

quando as forças já se diluíram em tentativas.

Ninguém pede pela dor,

mas quantos clamam por sabedoria

ignorando a relação estreita entre uma e outra

pois a dor é a grande reveladora,

a que descortina o que está oculto ao olhar conformado, confiante

sem ela, viveríamos na placidez de um caminho já trilhado

que não nos leva além do que já conhecemos…

Divina ironia,

que entrelaça o veneno e a cura

pros males de uma mesma existência…

 

Autoria: Roger Alves

Deixe um comentário





Bem vindo, visitante!

Cadastre-se em nosso site e tenha acesso a:

  • Área restrita com conteúdos exclusivos
  • Novidades no seu e-mail
  • Descontos e promoções em cursos


Mapa do Site

Fale Conosco

Nome (obrigatório)

E-mail (obrigatório)

Mensagem