Voltar para o topo

Pensamento do dia:

Trágica é a existência daquele que morre sem haver conhecido o motivo de sua vida…

Samael Aun Weor

O grande tear

Arquivado em poesias | 1.694 visitas | Tags: ,

Não somos, nem eu nem tu

algum tipo de ilha, autossuficiente…

Nascemos e existimos porque somos um todo

um coletivo fragmentado em unidades…

Melhor seria se nos comparássemos

a um imenso arquipélago

cujas ilhas se tocam por estreitas faixas de terra

que volta-e-meia se escondem sob as ondas da vida…

Mas, ainda assim, existe um perigo em nossa visão

pois podemos cair na tolice de crer

que ocupamos o centro desse infinito conjunto de ilhas…

ou que por algum mandato superior

nosso quinhão de terra vale mais do que aquele que parece distante…

As terras se ligam por cadeias invisíveis

entrelaçadas no tear da existência

e não é possível separar-lhe os fios

pois o tecido que juntos conformam

visto de longe, é apenas uma unidade

de um todo ainda muito maior…

A planta que cresce,

o bicho que a come,

a terra que o traga,

a planta que se renova

os fios são sempre os mesmos,

nada muda, apenas se transforma…

Autor: Roger Alves

Deixe um comentário





Bem vindo, visitante!

Cadastre-se em nosso site e tenha acesso a:

  • Área restrita com conteúdos exclusivos
  • Novidades no seu e-mail
  • Descontos e promoções em cursos


Mapa do Site

Fale Conosco

Nome (obrigatório)

E-mail (obrigatório)

Mensagem