Voltar para o topo

Pensamento do dia:

O homem prudente não diz tudo quanto pensa, mas pensa tudo quanto diz.

Aristóteles

O que você tem a dizer?

Arquivado em Contos | 2.351 visitas | Tags: ,

Existiu um mosteiro que possuía regras de disciplina extremamente rígidas. Uma delas era o voto de silêncio. Cada pessoa podia falar apenas duas palavras a cada dez anos, e somente na presença do mestre do mosteiro.
Um jovem que havia ingressado há dez anos atrás foi então chamado para dizer suas palavras ao mestre. O mestre o interrogou: “Diga o que você tem a dizer”.

– Cama dura… respondeu o monge.

O mestre ficou em silêncio uns instantes e, reflexivo, disse: “Entendo. Tudo bem, pode ir.”

Mais dez anos se passaram e então chegou novamente o grande dia. O mestre chamou o homem e lhe perguntou: E agora, o que você tem a dizer?

– Comida RUIM… foram suas duas palavras.

– Hum… entendo. Tudo bem, pode ir agora – disse o mestre.

E lá se foram mais dez anos… e então o mestre o chamou de novo.

– E agora, o que você tem a dizer?

-EU DESISTO!!! – desabafou o homem.

E o mestre respondeu, com cara de desdém:

– Tudo bem, pode ir mesmo. Tudo que você fez aqui até hoje foi reclamar…

Obs.: O que você acha disso? Por acaso o mestre não estava certo?

 

Adaptação: Roger Alves

Fonte: conto zen.

 

Comentários

  1. Vou contar uma historia também.

    Há pouco tempo um rapaz me procurou e disse gostaria que você me ajudasse com o meu trabalho interno.

    Eu perguntei o que ele queria que eu fizesse, ele disse, que queria morar com tigo e assim eu me sentiria motivado a fazer os três fatores.

    Eu disse a lê, sim tudo bem pode vir.

    Ao chegar em minha casa ele me perguntou o que devo fazer?

    Eu respondi, Procurar um lugar para você morar.

    Ele ficou triste e disse, pensei que ia me ajudar? Eu disse já estou te ajudando.

    Na semana seguinte arrumei um local para ele ficar.

    Pagamos o primeiro aluguel, e eu disse ale, fique aqui e quando precisar de mim e só me procurar em minha casa.

    No outro dia fui ate ele, ele disse: tive uma noite horrível, fui molestado por bruxa no astral derramei minhas energias sexuais eu preciso melhorar as coisas não esta bom aqui.

    Eu falei para ele, tudo bem amanha eu volto.

    No outro dia eu o voltei, ele disse não estou agüentando fico aqui sozinho,a comida daqui ruim,tem uma velha que me atormenta e as cosias esta pior que antes.Onde eu estava eu tinha paz e aqui estou passando fome, estou só e não estou fazendo nada. E estou com estresse sem saber porque.

    E você não vai fazer nada par ame ajudar.

    Eu falei, o que quer que eu faça?

    Ele respondeu, Não sei, você que deve saber, afinal você não e o que diz ser um iluminado?
    Faça alguma coisa fora do normal mostre alguma coisa. Surpreenda-me.

    Eu disse a ele, se você conseguir ficar aqui três meses nesta casa lê garanto que sua vida ira mudar.

    Ele furioso se levantou e disse você e louco eu estou aqui há uma semana e já estou quase loucos como vou agüentar ficar aqui mais três meses? Eu quero uma solução agora, ou você ira se arrepender vou contar para a todos mundo que você e um farsante.

    Fiquei em silencio, e ele me cobrava uma resposta para seus problemas, e resolvi falar com ele, e disse a ele, o que você acha que o trabalho interno? Eu lê dei tudo que pediu mas você não sabia o que ia receber.Neste momento esta recebendo que pediu a mim aqui esta tudo que precisa para o seu trabalho interno.

    Seu eu lê desse tudo que desejou ter, eu não estaria te ajudando, mas sim te levando para o abismo.Quando pedir alguma coisa com sinceridade para alguém, aceite o que vir com agrado, porque só assim saberá o valor que trás o verdadeiro sacrifico.

    Na próxima vez fique em silencio talvez as coisas que vier seja de acordo com a sua capacidade de suportar.

    O rapaz saiu de cidade como um grande inimigo meu, e que, jurou me da ro troco.

    Moral da historia.

    Não e o tempo que determina as realidades, mas sim, o que você faz dentro deste espaço de tempo par mudar sua vida.

    Não o mestre que nos da as respostas de nossos problemas, e nos mesmo que aprendemos vê-los.

    Não e o enigma que nos impede de decifrar segredo, e nossa capacidade de compreendê-lo que nos datem.

    Para um sábio um silencio significa muitas palavras,par um ignorante todas palavras do mundo não lê será suficiente para lê fazer compreender o obvio.

    nousvate em 17 de janeiro de 2011 às 12:45 am

  2. Infelizmente, o gnosticismo se prestou por muito tempo de âncora para dois tipos de pessoas que não encontram muito espaço na sociedade (a não ser em comunidades que se pretendem espirituais):

    • – Pessoas desequilibradas, que não se encontraram na sociedade e acham que vão trilhar um caminho espiritual vivendo alguma coisa similar ao que se vê nos filmes
    • – Pessoas desequilibradas, com manias de grandeza, que acham que podem dar lições de vida nos outros, similar ao que se vê nos filmes também…

    O mundo é outro, é necessário trilhar um caminho de equilíbrio. Um bom estudante gnóstico é aquele que tem uma profissão (e é um bom profissional), que tem amigos (e que é amigo), que é um bom pai e assim por diante. Relações personalíssimas entre mestre e discípulo são coisas estranhas para o mundo de hoje.

    Roger Alves em 17 de janeiro de 2011 às 11:35 am

  3. E verdade o que diz sobre o equilíbrio começa na a vida diária.

    O que acontece e que as pessoas querem que a gnose resolva todos seus problemas
    Elas não sabem que nos somos o agente inicial de toda mudança em nossa vida, tudo parte de nos, E que as coisas deve ter sempre um equilíbrio nunca ir ao extremo.

    Interessante esta lei do pendulo como age na psique humana.

    E bem verdade que dentro da gnose se tem uma energia que circundam o ambiente esta força ativa a parte emocional das pessoas, e dependendo a estrutura psicológica as pessoas vão ser direcionadas aos seus respectivos estados psicológicos.

    Se a pessoa e emotiva ela agira com o coração sem questionar a razão, se a pessoa for do tipo racional ela ativara seus aspectos intelectivos e sempre o projetara uma visão baseada em seus estados picos e em suas realização na vida, suas relaides e um agente vivo em suas projeções.

    E no fim, nossos impulsos sejam do coração ou da razão sempre a projetara em nossa psicologia o que mais nos buscamos como relação.

    Os conflitos são exatamente o resultado final de uma não compreensão que traz estas frustrações.

    Normalmente pessoas mal sucedidas na sociedade carrega em sua psicológico um estado frustrativo, e a pessoa tenta realizar dentro da gnose o que ela não conchegue na vida seja financeira ou social, dentro da sociedade.

    Existe muito estado psicológicos que a pessoa cristalizou em sua vida, e quando começa a trabalhar sobre si e surpreendido com muitas carências e dependências as quais a pessoa mesma não sabe como sair desta situação, e como um instinto tenta compensar e uma coisa com outra.

    Dentro da gnose tenta ser o melhor instrutor, o melhor discípulo, ou o melhor em tudo, onde que na verdade dentro da gnose não se precisa ser melhor em nada, ao contrario, a gnose nos mostra a nossa parte ruim ela nos mostra a face feia de nossa vida.

    Como mudar esta questão após se ter consciência dela e outra coisa depende de nosso esforço e trabalho compartilhado com uma boa compreensão de tudo que nos rodeia.

    E normal à pessoa sair frustradas da gnose porque ela projeta seus sonhos e fantasias dentro da gnose e com o tempo vê que não da para encaixar a gnose em sua vida, onde que e o contrário devemos encaixar nossa vida na gnose, e para isto deve separa o joio do trigo.

    nousvate em 17 de janeiro de 2011 às 5:38 pm

  4. prezados,

    eu recém conhecio a gnose, na verdade já havia ouvido falar, mas devido a crenças antigas e dogmas erroneos, era cego, debochava dos ensinamentos, ou seja, era um bitolado.

    hoje vejo quão ignorante era, e sou, e quão pequeno é o meu universo, dentro de um espaço minúsculo, limitado por atitudes e comportamentos estúpidos.

    tenho família, mas não sabia como lidar com eles, tenho amigos, e não sabia como valorizá-los, tenho saúde, um bom emprego, e só faço reclamar, ou seja , um nada.

    agradeço hoje por ter acesso, e ter aceitado a gnose, e a DEUS por me dar esta capacidade.

    é um precesso lento, de paciencia, mas, o principal é a prender a não reclamar das coisas boas, e as vezes ruins, que a vida nos oferece.

    OBRIGADO!

    Giovanni Targa em 18 de janeiro de 2011 às 8:56 am

  5. O Roger
    eu não entendi a historia do Monge! 😛
    rs

    Elomarioano em 25 de janeiro de 2011 às 6:33 am

  6. rsrs… e o que você não entendeu?

    Roger Alves em 31 de janeiro de 2011 às 8:14 am

  7. Eu não entendi aquela parte que diz “Moral da historia..”

    rs

    Me da uma luz ai 😛

    Elomarioano em 31 de janeiro de 2011 às 9:24 am

  8. Nesse conto, a pessoa tinha poucas palavras a dizer e todas elas foram gastas com reclamações. As palavras (ainda mais quando são escassas) falam daquilo que o coração está transbordando. Em outras palavras, foram trinta anos perdidos…
    Entendido?

    Roger Alves em 3 de fevereiro de 2011 às 1:07 pm

  9. Ui!

    Sim
    entendido…

    Elomarioano em 8 de fevereiro de 2011 às 10:58 am

Deixe um comentário





Bem vindo, visitante!

Cadastre-se em nosso site e tenha acesso a:

  • Área restrita com conteúdos exclusivos
  • Novidades no seu e-mail
  • Descontos e promoções em cursos


Mapa do Site

Fale Conosco

Nome (obrigatório)

E-mail (obrigatório)

Mensagem