Voltar para o topo

Pensamento do dia:

O último esforço da razão é reconhecer que existe uma infinidade de coisas que a ultrapassam.

Blaise Pascal

Do que você tem medo?

Arquivado em Contos | 1.803 visitas | Tags: , ,

Havia um general que era famoso por ser absolutamente destemido em batalha. Era o primeiro de seu exército a avançar sobre seus inimigos e jamais havia recuado diante da morte. Todos o admiravam por tamanha coragem.

Em certa ocasião, após derrotar mais uma vez o exército inimigo, descansava em sua tenda, tomando chá na xícara que lhe fora presenteada por seu pai. Tal xícara estava passando de geração em geração há algumas centenas de anos, de tal forma que era o símbolo da tradição de sua família.

Ao servir o chá, no entanto, a xícara escorrega de sua mão. Tomado de profundo terror, o general se atira no chão, em um ato desesperado, a fim de não permitir que o legado de seus ancestrais virasse um amontoado de cacos. Dada sua grande destreza, consegue recuperar a xícara, intacta, antes mesmo de tocar o solo. Porém, com grande espanto, sente que suas convicções sobre si mesmo foram profundamente abaladas. Afinal, todos o admiravam como um homem absolutamente destemido e ele próprio orgulhava-se de nunca ter sentido medo diante da morte iminente. Quantos inimigos havia enfrentado, quantos desafios tinha superado e no entanto, diante de uma simples peça de porcelana havia descoberto o sabor amargo do medo.

Iluminado por tal revelação, percebeu a fragilidade da natureza humana, que só faz mudar o objeto de nossos temores, segundo o estilo de vida que levamos. E disposto a superar suas próprias debilidades, jogou fora a xícara, renunciou a seu posto no exército e foi em busca de um sábio que o instruisse nos caminhos da verdade…

 

Adaptação: Roger Alves

Fonte: conto zen.

 

Comentários

  1. Um dos princípios mais curiosos é o da diversidade, segundo o qual pode significar que o homem vive um sonho de liberdade nas suas conquistas dentro da vida,que pode ser exatamente o oposto da verdadeira liberdade.

    No sonho da vida o homem pode ser iludido pela a falsa força e poder, passa de criança para adulto e confunde a boa ação pela má ação no decorre de sua vida perde o senso de realidade.

    Outro princípio é o da condensação de suas idéias pelas as forma aceitável no meio coletivo, a mente tende a condensar um numero de idéias e desejos num só aspecto dando-nos a sensação de que a verdade e aquilo que vivemos.

    A manifestação mais acentuada desse mecanismo de ação é conhecida por simbolismo que pode representar as formar da personalidade neste mundo .

    Freud se apoiou muito na interpretação sexual do simbolismo.
    Alem desses, são de grande importância para a interpretação dos sonhos de grandeza e poder que o homem busca representar em suas personalidade.

    Disse a psicanálise que os mecanismos de transmissão ou (o material emocional significativo é transmitido do objeto real para algum objeto neutro)o seja,o homem vive sonhando com algo falso porque La no fundo e um fracassado.

    e da elaboração secundária ao sentido real da vida, a humanidade vive por prazer; a os processos da humanidade trouxe perguntas sobre as questões dos princípios básicos da criação do universo.

    O medo do homem esta na sua incapacidade de se soltar de seu principio imaturo que o defini como um ser involutivo.

    Todo medo e causado pela a sensação da perda,todo ser livre não tem medo porque já não tem nada para perder.

    nousvate em 9 de janeiro de 2011 às 9:43 am

Deixe um comentário





Bem vindo, visitante!

Cadastre-se em nosso site e tenha acesso a:

  • Área restrita com conteúdos exclusivos
  • Novidades no seu e-mail
  • Descontos e promoções em cursos


Mapa do Site

Fale Conosco

Nome (obrigatório)

E-mail (obrigatório)

Mensagem